Odebrecht pediu a Pastor Everaldo para ajudar Aécio em debate de 2014


Um dos delatores da Odebrecht falou sobre uma aposta eleitoral que o grupo fez em 2014.
Num determinado momento da campanha eleitoral de 2014, a Odebrecht avaliou que o candidato Pastor Everaldo, do PSC, teria chances na corrida presidencial.

“Ele veio crescendo nas pesquisas, chegou a ter quatro e meio, quase cinco por cento das intenções de voto e no final nós acabamos pagando algo aproximado de R$ 6 milhões”, diz Fernando Reis.

Tudo mudou com a morte do candidato Eduardo Campos, do PSB

“Com o acidente do avião do ex-governador Eduardo Campos e com a Marina (Silva) vindo a ser candidata, toda a comunidade evangélica migrou do Pastor Everaldo, que ele era o único candidato, para Marina, e ele basicamente desapareceu nas pesquisas”, afirmou o delator.

Como o investimento já havia sido feito, o delator conta que a Odebrecht encontrou uma nova forma de compensar o dinheiro gasto: usar o pastor nos debates que faria na televisão. Fernando Reis contou em sua delação que foi a
http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/04/odebrecht-pediu-pastor-everaldo-para-ajudar-aecio-em-debate-de-201.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s