Na Veja, Funaro “mói” Temer; JBS “mói” o Judiciário


Nos últimos dias de Rodrigo Janot, com a Procuradoria Geral da República vazando como um cano furado, duas promessas se cumprem.

A primeira, a delação de Lúcio Funaro, dizendo que Eduardo Cunha era quem tratava de propinas para Michel Temer e dá detalhes de como isso se fazia:

O doleiro diz que nunca conversou sobre dinheiro diretamente com Temer, “pois essa interface era feita por Eduardo Cunha”, mas declara que era informado por Cunha sobre as divisões da propina. Ele garante que Temer “sempre soube” de todos os esquemas tocados pelo ex-deputado. “Temer participava do esquema de arrecadações de valores ilícitos dentro do PMDB. Cunha narrava as tratativas e as divisões (de propina) com Temer”, acusa. O delator cita dois repasses a Temer. Um deles, de 1,5 milhão de reais, veio do grupo Bertin. O segundo, em 2014, saiu de um acerto com a JBS. Funaro conta ter intermediado um pagamento de 7 milhões de reais da JBS que tinha como destinatários Temer, Cunha e o ministro da Agricultur
http://bit.ly/2wP5Muc

Anúncios

Geddel, braço direito de Temer, é preso pela PF | Brasil 24/7


A Polícia Federal prendeu o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). A PF chegou ao prédio, em Salvador, no bairro Jardim Apipema, por volta de 5h40, em dois carros.

Um vendedor ambulante foi escolhido para subir ao apartamento do ex-ministro como testemunha. Pessoas que andavam na rua gritavam em apoio à PF contra o político: “Vai para a Papuda”.

A decisão que a polícia está em mãos é da 10ª Vara Federal de Brasília, mas ainda está em sigilo. O pedido acontece após a PF ter encontrado na terça (5) R$ 51 milhões em espécie escondidos em caixas e malas em um “bunker” ligado ao peemedebista, também em Salvador.

Leia,abaixo reportagem da Agência Brasil sobre o assunto:

Geddel é preso em Salvador e está a caminho de Brasília

O ex-ministro Geddel Vieira Lima voltou a ser preso, na manhã desta sexta-feira (8), em Salvador, três dias após a Polícia Federal encontrar mais de R$ 51 milhões, atribuídos a ele, em um apartamento. Duas viaturas da PF estiveram no condomínio residenc
http://bit.ly/2xRu4TQ

CUT: Temer acabou com o Natal dos trabalhadores | Brasil 24/7


“A reforma trabalhista anunciada nesta quinta-feira (22) pelo governo do ilegítimo e golpista Temer é ineficaz, inoportuna, autoritária e não resolve o problema do Brasil”, diz a Central Única dos Trabalhadores, comandada por Vagner Freitas; “É ineficaz por não enfrentar o principal problema do País, que é a estagnação econômica, a crise da indústria e o desemprego que atinge milhões de famílias. É inoportuna porque está fora da realidade, foi elaborada às vésperas do Natal, o que demonstra a falta de compromisso dos golpistas com o povo, com a classe trabalhadora. É autoritária porque é unilateral, decidida sem amplo debate com as centrais sindicais e a sociedade”; leia a íntegra
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/271810/CUT-Temer-acabou-com-o-Natal-dos-trabalhadores.htm

Temer retalia contra quem protesta — Conversa Afiada


Interino da Saúde exonera auditores signatários de carta em defesa do SUS; clara tentativa de desarticular serviços de combate à corrupção

Reunidos em Fortaleza (CE), na semana passada, durante o XXXII Congresso do Conasems (Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde), os diretores do DENASUS (Departamento Nacional de Auditoria do SUS/Ministério da Saúde) e os seus chefes nos estados lançaram um documento histórico: A Carta de Fortaleza dos auditores em defesa do SUS.

Em retaliação, o ministro interino da Saúde, o engenheiro e deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), decidiu exonerar os signatários do documento.

No Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira 6, já constam sete dirigentes do DENASUS. O DOU de amanhã provavelmente trará mais nomes de demitidos.

O DENASUS é o departamento de auditoria de todo o Sistema Único de Saúde (SUS). É a cabeça do controle de todas as ações da saúde pública, inclusive contra a corrupção. Ao exonerar os dirigentes do DEN
http://bit.ly/1Y4rdjo

Eric Nepomuceno: Temer se vingou dos artistas | Brasil 24/7


“Fechar o Ministério da Cultura é parte do plano demolidor de Michel Temer. É a vingança pela rejeição imensamente majoritária do mundo das artes e da cultura ao golpe consumado. É o desprezo pelo País, claramente demonstrado por quem se apossa do poder através de uma farsa, de um golpe abjeto. Aliás, basta ver o quilate ético e moral dos que o cercam. Mendonça Filho não tem a mais remota qualificação para ser ministro de nada, quanto mais da educação e da cultura”, disse o escritor Eric Nepomuceno, sobre a fusão entre os ministérios da Educação e Cultura
http://www.brasil247.com/pt/247/cultura/232187/Eric-Nepomuceno-Temer-se-vingou-dos-artistas.htm